Categoria: Impotência

Sexualidade, controle e ansiedade de desempenho

Origens, consequências e hipóteses de tratamento

Hoje em dia estamos acostumados a viver nossa vida cotidiana com pressa. Vivemos todos os dias de acordo com nosso trabalho e nossos compromissos. Cada momento é útil para fazer algo e é frequentemente usado para remediar um prazo ruim ou para finalmente alcançar nosso próximo objetivo. Estamos acostumados a ser valorizados por nossos compromissos e pelas metas conquistadas com muito esforço. Essa atitude está cada vez mais tomando conta de nossas vidas e mais e mais casais têm problemas na esfera emocional e sexual.

As relações sexuais são frequentemente experimentadas como uma dimensão de desempenho e avaliação, como uma demonstração da “competência” que certos modelos culturais nos impõem e que deve ser confirmada pela satisfação do parceiro.

Não é tão difícil cair na ansiedade do desempenho relacionada ao medo do fracasso , da desconfirmação e do fracasso .

Conheça o estimulante masculino chamado Macho Power.

O homem em particular, muitas vezes cai nesse sentimento que se manifesta no medo de incorrer em episódios disfuncionais, como a ejaculação precoce ou tardia , a disfunção erétil ou a impossibilidade de atingir o orgasmo .
A ansiedade do desempenho sexual e o medo do fracasso são muito comuns hoje em dia e suas origens caem em uma concepção do ato sexual distorcido baseado em falsas crenças.

O sexo perde assim o seu prazer natural e torna-se uma performance orientada para impressionar o parceiro, em vez de expressar um sentimento pessoal. A satisfação do parceiro torna-se assim mais importante do que o próprio prazer. A conseqüência direta? Apenas satisfação sexual parcial.

Nossa mente e, acima de tudo, nosso corpo colocam fortes defesas com o objetivo de enfrentar seus medos sexuais mais profundos. Portanto, esses bloqueios e sensações não permitem que o homem se deixe ir completamente. Sua mente está sempre atenta e atenta a todos os mínimos detalhes.

Muitas vezes eles são inseguros e perfeccionistas que não podem confiar uns nos outros. A busca excessiva de aprovação pelos outros, a atitude diante de um controle racional prevalente e a tendência à ativação ansiosa podem representar fatores predisponentes à ansiedade de desempenho. No entanto, qualquer pessoa pode incorrer em ansiedade de desempenho se experiências e experiências, mesmo episódicas, convergirem para esse condicionamento emocional.

A ansiedade de desempenho sexual pode ser considerada uma forma específica de ansiedade social ou fobia associada ao medo do fracasso sexual no qual eles projetam, por outro, seus medos de inadequação e auto-julgamento.

Entre as graves conseqüências da ansiedade de desempenho está o enfraquecimento da auto – estima e uma progressiva diminuição da expressão sexual, até uma diminuição drástica no desejo e na evitação das relações sexuais .

Superar a ansiedade do desempenho significa modificar a abordagem da sexualidade, modificando estilos cognitivos e relacionais. É importante que o homem aprenda a desenvolver maior competência no gerenciamento da ansiedade e que ele seja capaz de alcançar um estado de relaxamento psico-corpóreo.

O objetivo do tratamento da ansiedade de desempenho depende do problema específico relatado pelo homem (ejaculação precoce ou tardia, disfunção erétil ou a impossibilidade de atingir o orgasmo).

Em geral, é importante que o homem consiga viver a relação sexual em plena liberdade e em pleno gozo . É necessário reduzir as expectativas em relação a si mesmo e aumentar a auto-estima, tentando não ser mais observadores do próprio corpo e simples espectadores do desempenho sexual.

Para uma atividade sexual satisfatória, o indivíduo deve ser capaz de suspender todos os pensamentos distraídos e se perder na experiência erótica.

Disfunções sexuais de origem psicogênica relacionadas à ansiedade de desempenho e fenômenos do espectador (disfunção erétil, ejaculação precoce, evitação sexual e perda de desejo, distúrbios da excitação, dor sexual e anorgasmia) elas podem ser tratadas com eficácia com a ajuda de um sexólogo por meio de terapias sexológicas curtas e técnicas psicoterapêuticas de relaxamento e controle da ansiedade.

DISFUNÇÃO ERÉTIL E IMPOTÊNCIA SEXUAL – VEJA AS CAUSAS E SINAIS

DISFUNÇÃO ERÉTIL E IMPOTÊNCIA SEXUAL – VEJA AS CAUSAS E SINAIS

A Disfunção Erétil (DE), também conhecida como impotência sexual, é um distúrbio caracterizado pela dificuldade de se obter e/ou manter, de maneira constante, uma ereção peniana adequada e suficiente para a atividade sexual satisfatória (desde a penetração até a ejaculação). Milhões de homens em todo o mundo são atormentados por problemas de disfunção erétil (impotência sexual) e por motivos de desinformação, medo ou vergonha de procurar um profissional para o tratamento adequado, acabam comprometendo seus relacionamentos, deixando de usufruir de uma vida sexual saudável e feliz, com qualidade de vida. A impotência sexual é uma circunstância frustrante que afeta não somente o indivíduo, mas também a parceira, a família, desempenho no trabalho, relacionamento interpessoal, etc. Atinge 52% dos homens entre 40 e 70 anos, em diferentes graus de intensidade (leve, moderada e severa). Milhões e milhões sofrem deste terrível problema, que pode ser algo realmente devastador na vida de um homem. A dificuldade para iniciar o tratamento adequado é o grande obstáculo a ser vencido. Portanto, conhecer o problema, vencer o medo e a vergonha e procurar ajuda médica especializada para o tratamento adequado são os principais fatores que o levarão à solução dos seus problemas.

COMO OCORRE UMA EREÇÃO

A ereção é uma reação involuntária em resposta à estimulação ou excitação sexual. O homem não pode ter uma ereção simplesmente porque quer tê-la. O estímulo ou excitação sexual fazem com que o cérebro, os nervos, o coração, os vasos sanguíneos e os hormônios trabalhem juntos afim de aumentar rapidamente a quantidade de sangue fluindo para dentro do pênis. O sangue fica preso dentro das duas câmaras esponjosas (corpos cavernosos) localizadas no corpo do pênis. Ao encherem-se de sangue, as câmaras expandem-se fazendo com que o pênis adquira rigidez e se alongue em tamanho e diâmetro.

Leia também: Viagra Natural funciona

FISIOLOGIA DA EREÇÃO

Para um maior entendimento sobre a disfunção erétil – DE, é importante compreender como o pênis funciona normalmente. O processo de ereção normal inclui as cinco fases seguintes:

FASE 1: Preenchimento inicial com estimulação sexual ou psicológica, neurotransmissores causam o relaxamento da musculatura lisa do pênis, aumentando o fluxo sanguíneo para os corpos cavernosos.
FASE 2: Ereção parcial – Tumescência – O aumento do fluxo sanguíneo alonga e expande o pênis. As artérias penianas expandem para acomodar o aumento do fluxo sanguíneo necessário para alongar e expandir o pênis.
FASE 3: Ereção completa – O aumento do volume de sangue dentro do pênis é impedido de drenagem, promovendo a expansão do pênis até a ereção completa.
FASE 4: Ereção Rígida – Máxima rigidez é atingida. A glande e o corpo esponjoso ampliam até as veias penianas serem vigorosamente comprimidas. Isso aumenta a tumescência e mantém a máxima rigidez peniana. Emissões de esperma e ejaculação ocorrem.
FASE 5: Retorno à flacidez – Detumescência – contrações musculares resultam no aumento do fluxo sanguíneo para fora do pênis, diminuindo assim o seu comprimento e espessura até a flacidez.
Alterações podem ocorrer durante qualquer uma das quatro primeiras fases da ereção impedindo com que você alcance ou mantenha a ereção. Embora dificuldades também possam ocorrer durante a quinta fase – detumescência, elas não são geralmente incluídas nas discussões sobre disfunção erétil.

CAUSAS DA DISFUNÇÃO ERÉTIL

Entre as causas de origem psicológica podemos citar:

Ansiedade
Estresse
Depressão
Baixa autoestima
Cansaço, fadiga
Sentimento de culpa
Ansiedade com relação ao desempenho, como medo de falhar ou de não satisfazer a parceira
Preocupações com dinheiro, contas a pagar, desemprego, instabilidade no trabalho, entre outras
Ansiedade com relação ao desempenho, como medo de falhar ou de não satisfazer a parceira
Preocupações com dinheiro, contas a pagar, desemprego, instabilidade no trabalho, entre outras
Discórdias, brigas, discussões com a parceira
Incidente prévio de fracasso sexual causado por excesso de ingestão de álcool ( bebedeira ), cansaço, preocupação, nervosismo, sentimento de culpa, entre outras.

CAUSAS DE ORIGEM FÍSICA ( ORGÂNICA )

As causas físicas da disfunção erétil geralmente afetam uma fase particular no processo da ereção. Entre as causas de origem física podemos citar:

DIABETES
A diabetes é uma das causas mais comuns da disfunção erétil. Nervos ou vasos sanguíneos que controlam o fluxo de sangue para o pênis podem tornar-se permanentemente danificados em consequência do diabetes, podendo levar à disfunção erétil.

DOENÇA DE PEYRONIE
A doença de Peyronie costuma se manifestar através de fibroses no interior do pênis, que podem provocar deformidades penianas, como curvaturas, afinamentos, perdas de tamanho. Pode provocar curvaturas penianas que se manifestam durante a ereção e que podem atingir 90 graus ou mais tanto para cima, como para baixo ou para os lados, podendo estar associada ou não a dor durante as ereções. Desta forma, pode dificultar ou até mesmo impossibilitar o ato sexual. Associado à doença de Peyronie, poderá haver disfunção erétil em graus variáveis de intensidade em até 50% ou mais dos casos.

DOENÇAS CARDIOVASCULARES
Problemas vasculares, tais como o endurecimento das artérias (arteriosclerose), pode tornar lento o fluxo de sangue dentro do pênis, o que torna difícil obter ou manter uma ereção. Obs: Uma vez que isto afeta os vasos pequenos antes de afetar os vasos maiores, encontrando um problema de disfunção erétil poderia sinalizar a presença de uma doença cardiovascular. Às vezes, as veias que mantêm o sangue no pênis durante uma ereção são danificadas e a ereção não é mantida tempo suficiente para que uma relação sexual ocorra.

PROBLEMAS HORMONAIS
Algumas doenças, tais como insuficiência renal e doença hepática, podem perturbar o equilíbrio dos hormônios, os quais controlam as ereções. Baixos níveis de testosterona também pode ser um fator.

TERAPIA COM ALGUMAS DROGAS ( REMÉDIOS )
Estudos indicam que algumas drogas (remédios), incluindo algumas prescrições para pressão arterial alta, depressão e uma série de outras condições, podem causar disfunção erétil pela interferência com os impulsos nervosos ou fluxo de sangue para o pênis. Importante: Medicamentos nunca devem ser alterados sem a permissão do seu médico. Fale com o seu médico sobre quaisquer preocupações que você tem em relação a potenciais efeitos da medicação com relação à disfunção erétil.

ALCOOLISMO
O alcoolismo perturba os níveis hormonais e pode levar a danos permanentes do nervo, causando impotência sexual.

TABAGISMO ( FUMO )
O fumo pode levar a uma doença vascular ou outros problemas de saúde, que podem causar impotência sexual.

CONSUMO DE DROGAS ILÍCITAS
O consumo de drogas ilícitas ( maconha, cocaína, haxixe, crack, etc ) acomete a parte sexual, provocando uma redução importante da parte circulatória na região peniana, podendo levar a problemas de ereção.

PROBLEMAS HORMONAIS
Algumas doenças, tais como insuficiência renal e doença hepática, podem perturbar o equilíbrio dos hormônios, os quais controlam as ereções. Baixos níveis de testosterona também pode ser um fator.

TRAUMAS NO CORPO
Traumas no corpo podem resultar em disfunção erétil. Alguns desses traumas incluem:

Fraturas pélvicas
Lesões da medula espinhal
Lesões Perineais
Danos cerebrais

TRAUMAS NEUROLÓGICOS
Traumas neurológicos podem causar disfunção erétil. Estes tipos de traumas incluem:

Cirurgia nas Costas
Lesões da medula espinhal
Algumas malformações congênitas, como espinha bífida
Tumores cerebrais e/ou aumento da pressão intracraniana
Doença muscular, como esclerose múltipla

PRIAPISMO
Priapismo é uma ereção que dura mais tempo do que o normal e é causada por outras razões que não o desejo sexual. Caso uma ereção dure mais de quatro horas, pode causar lesão tecidual resultando em disfunção erétil. Causas de priapismo incluem:

Doenças do sangue, como anemia falciforme e leucemia
Medicamentos (orais e injetáveis) para a disfunção erétil impropriamente prescritos ou indevidamente utilizados. Importante: Nestes casos, procure urgente um serviço de emergência mais próximo, a fim de interromper a ereção e evitar a ocorrência de graves consequências para a função erétil do pênis.

CIRURGIAS
Cirurgias que interrompem o fluxo sanguíneo ou comprometem os nervos que conduzem os estímulos responsáveis pela ereção podem resultar em disfunção erétil. Algumas destas cirurgias incluem:

Prostatectomia Radical (retirada da próstata em caso de tumor)
Cirurgias no Intestino que envolvem o reto e o períneo
Cirurgias na bexiga ou uretra
Cirurgias no feixe neurovascular ou próximo dele
Cirurgias na Coluna

EFEITOS DO ENVELHECIMENTO
Estima-se que 65% dos homens acima de 65 anos têm algum tipo de disfunção erétil. Estatisticamente, o número de homens que possuem este problema aumenta conforme a idade aumenta. No entanto, a idade por si só não causa disfunção erétil. Mas é natural que os homens mais velhos são mais suscetíveis a terem doenças e realizarem tratamentos ( como a cirurgia da próstata, em caso de tumor ) que podem causar disfunção erétil.

SINAIS DA DISFUNÇÃO ERÉTIL

A disfunção erétil ( impotência sexual ) não é um problema que desaparece sozinho. Se suspeitar, é importante fazer uma consulta médica logo que tornar-se aparente. Isso pode ajudar a evitar traumas psicológicos, que podem piorar a situação. Pode também ajudá-lo a obter um diagnóstico para uma condição física subjacente grave tais como diabetes ou doenças cardíacas, que possam primeiramente se tornar aparentes com os sintomas da disfunção erétil.

Transtornos sexuais e urinários que prejudicam o casal

A ereção e os distúrbios urinários relacionados ao aumento da próstata são comuns em homens e aumentam com a idade. Quanto eles pesam na vida do casal? E porque, hoje, de problemas sexuais, você pode conversar com o médico e o parceiro, mas os distúrbios urinários continuam sendo um tabu?


Primeiro de tudo, falamos de um transtorno íntimo, se entendermos que é tratável. Em 1998, ele começou a falar sobre a disfunção eréctil (DE), porque o Viagra, e então seus dois primos, Cialis e Levitra, têm dado a resposta que o homem estava à espera de milhares de anos: para encontrar ereção adequada após temia que ele tivesse perdido para sempre. Hoje estamos falando de ejaculação precoce porque a primeira droga eficaz para tratá-la está disponível, a dapoxetina. No entanto, mesmo os distúrbios do trato urinário masculino (sintomas Lower Urinay Trato, LUTS) “inferiores” que está afetando a bexiga e da próstata, são curáveis, mas os homens tendem a falar pouco, e só quando os sintomas se tornou grave e incapacitante. Se é um distúrbio da fase de enchimento da bexiga, com urgência (dificuldade / incapacidade de adiar o estímulo urinário), freqüência urinária, despertares noturnos para urinar (noctúria), ou um distúrbio da fase de esvaziamento da bexiga (com dificuldade em iniciar a micção), o problema do tabu não muda. Ninguém admite, mesmo com o seu médico, use um tecido no deslizamento – ou até mesmo um mini-absorvente – para evitar ser com o constrangimento de um ponto de vazamento involuntário mesmo algumas gotas de urina devido a micção urgente. No entanto, muitos usam isso. Os urologistas sabem disso bem quando visitam seus pacientes. usar um lenço nos cuecas – ou mesmo uma mini-toalha – para evitar estragar com uma mancha involuntária, mesmo com algumas gotas de urina devido a uma urgência urinária. No entanto, muitos usam isso. Os urologistas sabem disso bem quando visitam seus pacientes. usar um lenço nos cuecas – ou mesmo uma mini-toalha – para evitar estragar com uma mancha involuntária, mesmo com algumas gotas de urina devido a uma urgência urinária. No entanto, muitos usam isso. Os urologistas sabem disso bem quando visitam seus pacientes.

Quer ter uma vida sexual melhor? Conheça o Lib Power

Existem outros fatores de frenagem emocional mais profundos que tornam o problema urinário ainda “indescritível”? Sim, dois: porque há milênios o problema urinário é sentido como evidência de envelhecimento biológico sem retorno – agora “eu tenho a próstata” (aumentada) – com repercussões depressivas poderosas. E porque a incontinência prejudica a autonomia física e social e a percepção da dignidade da pessoa. Não é por acaso que a criança é considerada autônoma quando tem continência urinária e fecal; e do outro lado da vida, a incontinência é a principal causa da institucionalização dos idosos.

Uma pesquisa internacional, para entender como a coexistência das duas condições patológicas, DE e sintomas urinários, entra no cotidiano dos homens e casais, foi realizada em 1509 pessoas (756 homens entre 40 e 65 anos, 753 mulheres entre 30 e 65 anos) em oito países, incluindo a Itália (Reino Unido, Alemanha, França, Espanha, Canadá, México, Brasil). Eu apresentei os dados chave de sexta-feira, 21 jun, em Berlim, durante o Congresso conjunta da Sociedade Internacional de Medicina Sexual (ISSM) e da Sociedade Europeia de Medicina Sexual (ESSM), com o professor Andrea Salonia, San Raffaele Hospital Urologista Milan. Aqui estão os dados nacionais: 72% dos homens e 81% das mulheres italianas afirmam que a combinação de disfunção erétil e sintomas urinários impede que os prazeres da vida cotidiana sejam experimentados; 73% dos homens e 63% das mulheres revelam que sua vida sexual é afetada negativamente. Ele quebra: em 57% ele se sente “velho”; o casal, acima de tudo, argumenta, mais do que em outros países. O embaraço de falar sobre isso para o homem é muito forte: 75% dos entrevistados admitem, confirmando a força do tabu comunicativo. O homem fala com menos constrangimento com o médico de emergência, em vez do problema urinário. Ao buscar ajuda, faz-se para melhorar a vida sexual no caso de DE (64% dos casos), vida diária em caso de sintomas urinários (43%). confirmando a força do tabu comunicativo. O homem fala com menos constrangimento com o médico de emergência, em vez do problema urinário. Ao buscar ajuda, faz-se para melhorar a vida sexual no caso de DE (64% dos casos), vida diária em caso de sintomas urinários (43%). confirmando a força do tabu comunicativo. O homem fala com menos constrangimento com o médico de emergência, em vez do problema urinário. Ao buscar ajuda, faz-se para melhorar a vida sexual no caso de DE (64% dos casos), vida diária em caso de sintomas urinários (43%).

A boa notícia? Um estudo internacional mostrou que a utilização combinada de tadalafil 5 mg, medicação que ajuda uma erecção mas também sintomas urinários, e finasterida, que reduz os sintomas de inchaço ( “hipertrofia”) da próstata, melhora os sintomas em paralelo está urinária, ambas as dificuldades de ereção, significativamente em comparação com o finasteride combinado mais placebo. A resposta terapêutica está aí: fale com o seu médico … superando o último tabu. Tanto mais cedo, melhor: reduzir os sintomas urinários e sexuais, mas também recuperar uma melhor intimidade com o casal.

Problemas que podem causar impotência

Priapismo

Priapismo é uma ereção anormal do pênis durante um período prolongado, mais de 2 horas. Este distúrbio sexual é doloroso e ocorre sem a elevação da libido, isto é, fora da excitação sexual e não leva à ejaculação. Como outros distúrbios sexuais, o priapismo pode atacar em todas as idades.

Sintomas

A ereção se instala e continua sem que o indivíduo seja excitado. O início da ereção não é doloroso, mas a dor aumenta após algumas horas.

O pênis é duro, mas apenas no corpo cavernoso que circunda o canal da uretra, enquanto o corpo esponjoso e a glande permanecem moles. Torna-se impossível urinar.

Causas prováveis

O priapismo pode ser causada por certas desordens no corpo, tais como a drenagem de sangue através das veias do corpo cavernoso, doenças do sangue (anemia de células falciformes, a leucemia, a coagulação sanguínea anormal), síndroma mieloproliferativo, infecção do trato urinário . As causas do priapismo também podem ser psíquicas.

Tratamentos possíveis

O tratamento do priapismo deve ser feito o mais rápido possível para evitar sequelas. Se o priapismo persistir após 1 hora, recomenda-se tentar vários banhos frios ou tomar sedativos leves.

O tratamento médico com o departamento de urologia é essencial se o priapismo exceder 3 a 4 horas. a cirurgia é necessária para restaurar a drenagem normal do sangue.

Um tratamento baseado em medicamentos contendo um estimulante alfa é por vezes necessário quando o paciente tem priapismo não isquêmico (sem interromper a circulação).

Em casos extremos, é necessário realizar uma anastomose espongiocavernosa para aliviar a pressão no corpo cavernoso.

Ejaculação precoce

A ejaculação precoce é um distúrbio sexual que muitas vezes é motivo de escárnio, ligado à falta de experiência sexual, quando na realidade é totalmente falso.

A ejaculação precoce resulta em ejaculação precoce, o que muitas vezes leva os médicos e a maioria dos homens a se perguntarem quanto tempo leva para ejacular, já que não há um padrão.

No entanto, é importante para o homem retardar o momento do orgasmo, a fim de participar do jogo sexual durante o relacionamento e sincronizá-lo com o parceiro cujo orgasmo sempre ocorre muito mais tarde.

Sintomas

Durante o ato sexual, o homem é incapaz de conter seu orgasmo, o que resulta na ejaculação precoce do sêmen. Acontece mesmo que este momento ocorra bem antes da penetração .

A ejaculação precoce, portanto, cria uma grande frustração para homens e mulheres. O homem acha a relação sexual muito curta e a mulher fica frustrada por não florescer sexualmente.

Em alguns casos, o homem é considerado incapaz de satisfazer a mulher. O tratamento é, portanto, imperativo para preservar a vida de um casal, para negociar através da comunicação no casal.

Saiba mais sobre o produto Az 21.

Causas prováveis

Como a ejaculação precoce não é uma doença, é difícil determinar as verdadeiras causas.

No entanto, esse distúrbio sexual é frequentemente associado a problemas psicológicos espontâneos, como ansiedade, estresse, ansiedade, nervosismo e insônia.

Mas também podemos associar esse problema encontrado por uma grande proporção de homens pelo consumo de certas drogas, tabaco, álcool ou drogas.

Possíveis tratamentos

Muitos tratamentos estão atualmente disponíveis para a ejaculação precoce. No entanto, eles não curam o problema, mas apenas atrasam o mecanismo de ejaculação.

E assim que a droga é interrompida, o distúrbio volta. Medicamentos como Priligy  ou Emla, portanto, ajudam a aprender a controlar sua excitação e ejaculação, mas a consulta com um sexólogo é sempre recomendada.

O tratamento pode ser acompanhado por exercícios de relaxamento.

Qual a diferença entre Impotência e Infertilidade?

Qual a diferença entre Impotência e Infertilidade?

Impotência e infertilidade masculina são problemas diferentes e que possuem causas distintas. A infertilidade não está relacionada com a impotência, mas os mitos e confusões podem atrapalhar na detecção e tratamento adequado do problema.

A impotência sexual, ou disfunção erétil, é a incapacidade do homem em alcançar e manter um estado de ereção adequado para o ato sexual. Apesar de ser mais comum em homens com mais de 40 anos, pode acontecer com os mais jovens e possui várias causas. Remédio para Impotência

O envelhecimento, alguns hábitos como etilismo e tabagismo, diabetes, hipertensão e efeitos colaterais de medicamentos podem ser algumas causas que levam à disfunção erétil. Mas também o fator psicológico pode desencadear problemas quando estão relacionados com ansiedade ou estresse.

Depois de detectada a causa da impotência, o tratamento pode envolver medicamentos, acompanhamento psicológico ou cirurgia com o implante de próteses penianas. Mas é importante ressaltar que é uma condição tratável e curável.

A infertilidade já é um problema que pode afetar tanto o homem quanto a mulher e impede que o casal possa gerar filhos ou mesmo “segurar” a gravidez até o final. O problema é comum e nem sempre é um problema masculino. Pesquisas sugerem que 40% dos problemas de infertilidade estão ligados ao homem, 40% estão ligados à mulher e os outros 20% seriam resultado de uma combinação de fatores únicos do casal.

Destacar essas diferenças é muito importante para incentivar a busca do tratamento adequado e quebrar a barreira da vergonha que muitos homens ainda sentem em relação a esse assunto.

Os textos publicados no site do Hospital viValle têm caráter informativo e não substituem a consulta médica. Para um diagnóstico correto procure um médico urologista e esclareça suas dúvidas.

Maca Peruana Funciona? Benefícios e Efeitos Colaterais

Maca Peruana Funciona? Benefícios e Efeitos Colaterais

A Maca Peruana ou maca-andina como também é conhecida é uma planta medicinal (Lepidium peruvianum – Lepidium meyenii) da família das Brassicáceas e é utilizada principalmente como suplemento alimentar pelos povos da região dos Andes como viagra natural.

CONHEÇA O MAIS PODEROSO VIAGRA NATURAL DO BRASIL
Beneficios da Maca Peruana
Esta erva possui muitos nutrientes, vitaminas, minerais essenciais, fitoesteróides, gorduras saudáveis e aminoácidos. Atualmente descobriu-se que é muito eficaz para aumentar a libido, o desejo sexual e o vigor.

A planta se parece com um nabo e o pó de sua raiz já é consumido há mais de dois mil anos como combatente do cansaço e estimulante sexual. A maca não age diretamente no sistema nervoso central.

O produto pode ser ingerido por homens e mulheres e alguns consumidores relatam aumento significativo no desejo sexual, maior energia e grande sensação de bem estar. Mulheres atestam alívio considerável nos sintomas da TPM e também nos da menopausa.

Apesar de ser estimulante, a planta não contém cafeína, isso quer dizer que não age sobre o sistema nervoso central. Aparentemente é um estimulante para a produção de hormônios sendo efetiva em tratamentos de reposição hormonal e considerada a melhor opção para ingestão externa de hormônios no organismo.

Depoimentos de homens que ingeriram maca regularmente relatam que as ereções ficaram mais fortes e duradouras, aumentando substancialmente o prazer e a qualidade nas relações sexuais. No país de origem da planta, o Peru, homens e mulheres ingerem maca especificamente para melhorarem a vida sexual.

A maca peruana é usada no mundo todo e países como EUA e Japão utilizam-na para auxílio em dietas e reforço das funções vitais, já que fortalece o organismo. É uma planta sem restrições de uso, inclusive mulheres gestantes podem se beneficiar e a seus bebês com a carga extra de nutrientes e vitaminas que a maca proporciona. Os sais minerais da raiz da planta são utilizados como suplemento para melhor nutrição no período pré-natal.

Seu principal uso é para a estimulação sexual garantindo maior vigor e prolongamento da ereção masculina durante as relações sexuais. Mulheres que ingerem maca notam aumento do desejo sexual.

Efeitos colaterais da maca peruana
Utilizada a milhares de anos como suplemento alimentar, a planta pode ser consumida sem riscos de ser tóxica. No Peru e países adjacentes ela faz parte da rotina de alimentação dos indivíduos.

As pesquisas mostram que a maca não tem potenciais tóxicos e pode ser usada a longo prazo como suplemente para deficiências alimentares em geral.

Pessoas que se alimentam apenas com comida industrializada podem apresentar sintomas de desintoxicação quando consumirem o pó da maca, já que ela realiza uma limpeza no organismo enquanto o fortalece.

Em ocorrência de doenças crônicas, problemas no fígado (insuficiências, cirroses ou hepatites), problemas renais e processos alérgicos ligados a alimentação, devem utilizar a maca apenas sob prescrição médica.

Indicações para consumo da maca-andina
A planta em si não possui restrições, porém alguns suplementos, principalmente os que são vendidos como estimulantes sexuais podem conter outros ingredientes que possuam restrições. Sempre que ela fizer parte de medicamentos fique atento aos outros produtos que estão combinados.

É possível encontrar a maca peruana em cápsulas, e também em pó como uma farinha. Atualmente ela também está sendo utilizada como coadjuvante para a perda de peso, por isso, é comum vê-la combinada com outras plantas próprias de dietas de emagrecimento como o goji berry.

De qualquer forma sempre é aconselhável observar os elementos que possam estar conjugados com a planta nas diversas formulações em que ela é vendida. Seja qual for a finalidade do uso tenha certeza de adquirir sempre um produto de qualidade. Viagra natural

Para adquirir produtos a base de maca é possível encontra-los online, existem muitos locais que comercializam o produto com total garantia. Antes de comprar pesquise a idoneidade da loja e as opiniões de outros compradores.

Quando receber seu produto, ele deverá estar completamente lacrado e dentro do prazo de validade original. Como a maioria desses suplementos vem do exterior é bom ter certeza de ter tempo de tomar o produto antes que vença.

Antes de tomar qualquer tipo de medicamente ou suplemento certifique-se de suas condições de saúde e se não possui alguma das doenças consideradas serem agravadas com o consumo da maca peruana. Mesmo sendo um medicamento natural é preciso tomar determinados cuidados para não sofrer efeitos colaterais indesejáveis

Maca Peruana Funciona? Minha experiência real

Maca Peruana Funciona? Minha experiência real

Se você chegou até aqui, provavelmente está em busca da resposta para a seguinte pergunta: “Maca Peruana funciona de verdade?”. Pensando nisso resolvi escrever esse artigo completando relatando minha experiência com esse produto e como ele funciona.
Vale lembrar que eu usei o Maca Peruana antes de fazer esse artigo, portanto, todo o resultado retratado aqui é real e vivido por mim.

Enfim, se você quer comprar esse produto mais ainda tem alguma dúvida, esse artigo foi feito para você. Recomendo que leia-o com atenção até o final, prometo ser breve!

Mas vamos ao que interessa….

Há 3 meses atrás eu tive sérios problemas com a disfunção erétil. Mesmo sendo um cara jovem, senti que não estava no meu vigor normal e meu apetite por sexo não era mais o mesmo. Lembro de ter comentado isso com um amigo bem próximo e virei motivo de chacota.

Talvez seja por isso que muitos homens sofrem em silêncio com esse mal… Enfim, cheguei em casa naquele dia e fui direto para internet procurar uma solução para o meu problema. Foi aí que conheci o produto.

Pesquisei a fundo sobre ele e encontrei vários e vários artigos (semelhantes a esse que você está lendo) de pessoas relatando seus resultados com o produto e todos eles eram excelentes, não encontrei nenhum artigo falando ao contrário e isso me deu uma segurança maior para comprar.

Resolvi adquirir o produto, comprei o kit com 3 potes para fazer um teste. A compra foi super tranquila e o produto chegou bem rápido na minha casa, demorou apenas 3 dias úteis. No dia seguinte comecei a fazer o tratamento como é recomendado pelo fabricante.

De fato o Maca Peruana funciona! Logo na primeira semana eu já senti uma grande diferença, meu vigor melhorou e meu apetite sexual foi nas alturas. As ereções ficaram mais firmes e duradouras e minhas esposa me agradeceu por isso.

Se você está sofrendo com isso, essa é a hora de se curar de uma vez por todas. Adquira o Maca Peruana e se transforme em um novo homem, para adquirir o produto com um desconto exclusivo, basta clicar no botão abaixo.

Observação: Esse desconto é exclusivo para os leitores desse blog e extremamente limitado. Portanto, aproveite enquanto ainda há tempo, eu não sei por quanto tempo estará disponível.

COMO A MACA PERUANA FUNCIONA?
Composto por uma fórmula inovadora que reúne as melhores ervas medicinais, Maca Peruana é um poderoso suplemento afrodisíaco conhecido por aumentar o vigor e o apetite sexual de homens e mulheres.

ALGUNS BENEFÍCIOS DO PRODUTO:
Estimulante sexual;
Aumento da fertilidade;
Ganho de energia;
Maior produção de esperma;
Produz testosterona

E você ainda vai ficar sofrendo com essa moleza? Vai continuar deixando sua mulher na seca com essa sua impotência? A solução está a um clique do seu alcance, só depende de você!

COMO TOMAR MACA PERUANO?
Recomenda-se tomar duas cápsulas, diariamente, preferencialmente no café da manhã. Deve-se fazer o uso por no mínimo 3 meses para alcançar os melhores resultados.

Vale lembrar que não se deve ingerir dosagens maiores do que as recomendadas pelo fabricante!

CONTRA INDICAÇÕES
O maca Peruana é um produto 100% natural, portanto, não há contra indicações. Qualquer pessoa pode fazer o uso do produto sem colocar sua saúde em risco.

Reforço: Não deve ser ingerido dosagens maiores do que a recomendada pelo fabricante!

MACA PERUANA NO RECLAME AQUI!
Eu não sei você, mas eu sempre procuro saber a reputação de um produto antes de compra-lo e com esse não foi diferente.

Antes de realizar minha compra, dei uma pesquisada e para minha surpresa: Não havia nenhuma reclamação do Maca Peruana no Reclame Aqui!

Isso só me deu mais segurança para realizar a minha compra.

COMO COMPRAR O MACA PERUANA?
Se você chegou até aqui, tenho certeza que esse artigo te ajudou em alguma coisa e fico muito feliz por isso. E acredite, suas noites de sexo nunca mais serão as mesmas!

Como forma de recompensa quero te dar um desconto exclusivo que consegui para os leitores(as) do meu blog.

Mas atenção, eu não sei até quando esse desconto estará disponível, afinal, é para um número limitado de compras. Portanto, aproveite enquanto ainda há tempo!

Para fazer seu pedido basta clicar no link [LINK],e você será redirecionado para o site oficial do Maca Peruana com o desconto aplicado. Escolha seu kit e clique no botão “Compre Agora”, na próxima página basta preencher seus dados e selecionar a forma de pagamento.

Recomendo que faça sua compra com cartão de crédito, dessa forma seu pedido será despachado no mesmo dia e chegará em tempo recorde na sua casa. Além é claro de poder parcelar sua compra.